Muitas das técnicas de emboloterapia infelizmente não estão disponíveis no sistema público de saúde. Sensibilizados com essa realidade e em virtude de inúmeros contatos recebidos de pacientes que não tem recursos para arcar com o custo desses procedimentos de forma particular, o Dr. Nestor Kisilevzky idealizou o conceito de Unidade Móvel de Radiologia Intervencionista que possibilitará o atendimento de pacientes em qualquer Instituição Hospitalar.

Apoio do Hospital Albert EinsteinCom o apoio do Instituto Israelita de Responsabilidade Social Albert Einstein foi conduzido um estudo de viabilidade cujos resultados foram enviados ao Ministério da Saúde.

O estudo consistiu na realização de 100 procedimentos de embolização uterina de forma gratuita para mulheres com miomas que são assistidas em hospitais do Sistema Único de Saúde. Para isso foi idealizada a unidade de radiologia intervencionista móvel – ANGIOMÓVEL – que regularmente visitou alguns hospitais públicos no estado de São Paulo entre Outubro de 2008 e Junho de 2009.

Angiomóvel - Unidade Móvel - Embolution

Essa unidade contou com equipamentos e material de alta tecnologia para a realização de Embolizações Uterinas. Numa primeira etapa foram desenvolvidas parcerias com quatro instituições: Hospital Universitário de Jundiaí, Hospital do Mandaquí, Hospital Regional de Cotia e Hospital Leonor Mendes de Barros. Toda sexta-feira o ANGIOMÓVEL visitou uma dessas instituições onde foram realizados os procedimentos de embolização uterina de forma gratuita no estilo de “mutirão”. Os casos foram selecionados e preparados pelas equipes de ginecologia de cada Instituição na base de um protocolo de cooperação científica e assistencial desenvolvido conjuntamente com a equipe médica do Embolution.

Dessa forma possibilitou-se que mulheres de baixa renda que dependem exclusivamente do SUS tenham também acesso ao que existe de melhor em tecnologia médica de ponta para a saúde da mulher.
Os médicos da equipe EMBOLUTION fizeram os atendimentos sem cobrar qualquer honorário médico. Foi uma atividade absolutamente filantrópica e consciente da necessidade de incorporar o sentimento de RESPONSABILIDADE SOCIAL

A seguir fotos do primeiro atendimento realizado no Hospital Universitário de Jundiaí em 17/10/2008.

Angiomóvel - Responsabilidade Social - Embolution - 01

O ANGIOMÓVEL chega ao Hospital Universitário de Jundiaí.

Angiomóvel - Responsabilidade Social - Embolution - 02

O ANGIOMÓVEL é posicionado para decarregar os equipamentos.

Angiomóvel - Responsabilidade Social - Embolution - 03

Os equipamentos são descarrergados.

Angiomóvel - Responsabilidade Social - Embolution - 04

Os equipamentos são colocados numa sala do centro cirúrgico.

Angiomóvel - Responsabilidade Social - Embolution - 05

A sala de procedimentos é montada no Centro Cirúrgico.

Angiomóvel - Responsabilidade Social - Embolution - 06

Os Drs. Nestor Kisilevzky e Henrique Elkis da equipe WebMioma.

Angiomóvel - Responsabilidade Social - Embolution - 07

Os procedimentos de Embolização começam a ser realizados.

Angiomóvel - Responsabilidade Social - Embolution - 08

A equipe WebMioma e a equipe de médicos do HU de Jundiaí após os procedimentos serem finalizados.

Angiomóvel - Responsabilidade Social - Embolution - 09

A equipe WebMioma e o ANGIOMÓVEL.

Angiomóvel - Responsabilidade Social - Embolution - 10

O ANGIOMÓVEL deixa o HU de Jundiaí de retorno para o Hospital Israelita Albert Einstein.

Resultados do Projeto ANGIOMÓVEL

Foram realizados 107 procedimentos com 97% de sucesso. A maioria das pacientes resolveu definitivamente os problemas causados pelos miomas. O tempo de internação foi de apenas um dia e a recuperação média de 8 dias. A utilização de um questionário validado para avaliação da qualidade de vida evidenciou uma melhora significativa na grande maioria das pacientes.

Por isso 95% ficaram satisfeitas ou muito satisfeitas e 98% delas recomendariam esta forma de tratamento.
Os resultados do estudo de viabilidade foram vertidos em dois artigos científicos.

Veja os artigos:

  • Provision of a Mobile Uterine Artery Embolization Service to Medically Underserved Areas in Brazil. JVIR 2011

Veja depoimentos de pacientes que fizeram tratamento no projeto ANGIOMÓVEL:

Manutenção do Projeto ANGIOMÓVEL depende da obtenção de recursos financeiros.

O projeto ANGIOMÓVEL vem mostrando enormes benefícios para as mulheres com miomatose uterina sintomática que não querem ser submetidas à histerectomia nos hospitais públicos.

Os resultados da embolização tem se difundido rapidamente e a cada dia, numerosas pacientes nos contatam querendo usufruir desse programa. Infelizmente os recursos destinados pelo Instituto Israelita de Responsabilidade Social não são suficientes para estender o atendimento de forma universal. Por isso fazemos aqui um chamado para aquelas empresa ou entidades que tem consciência da importância da sustentabilidade e da responsabilidade social e queiram colaborar ou contribuir para a manutenção do projeto ANGIOMÓVEL e ajudar com a campanha:

LEVANDO TECNOLOGIA MÉDICA COM RESPONSABILIDADE SOCIAL!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário